Páginas

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Enfim, Nantes!

A VIAGEM


Há cerca de 5 semanas atrás, eu estava deixando Vichy em rumo ao duplo diploma. Com as malas já arrumadas (e que trabalho foi colocar tudo no lugar de novo!) e a ansiedade em deixar aquela pequena cidade, acordei cedinho na quinta-feira, 30 de agosto, pois meu trem sairia às 08h da manhã. A chinesa, Yue, que morava comigo em Vichy veio no mesmo trem e a mexicana, Carolina, nos ajudou a descer as várias e pesadas malas pela escadinha apertada de madeira que subíamos e descíamos pelas últimas vezes na maison d'accueil. Resultado: nossas malas foram no carro para a gare e tivemos que ir a pé! hauhauhauah

Chegando lá, uma surpresa nada boa: a via que geralmente os trens passam estava em reforma, significando que teríamos que atravessar para ir para a outra. Isso significa escadas, e não são nada boas quando se viaja com 3 malas e uma mochila. Até que foi tranquilo, os meninos me ajudaram a subir as malas e ficamos esperando pelo trem, que chegou com 8 minutos de atraso.
Pode não parecer nada, mas foi crucial esse tempo, pois teríamos que fazer duas "conexões" de 15 minutos cada (e com várias malas). Só tenho uma coisa a dizer: foi horrível. Mas no fim, todo mundo se ajudou! Gente que eu nem conhecia direito estava subindo com minha mala pelas escadas, ajudaram demaaaais!

Sim, tive a opção de enviar minhas malas por correio. Mas acabei não fazendo isso pois não sabia ainda exatamente onde ia morar e eu ficaria sem minhas coisas por alguns dias caso quisesse mandar pra casa de algum veterano. E eu sabia que iria ter uma van do BDE (tipo o "grêmio" da école) esperando a gente para levar todas as malas!


Chegando na residência da escola, encontramos com os outros brasileiros que já estavam aqui há alguns dias e que entrariam no mesmo dia que a gente. Tivemos um lanchinho digno pois não tínhamos feito nenhuma refeição durante a viagem e, em seguida, começou o recolhimento de documentação para liberar os apartamentos (essa parte foi beeeem demorada).

______________


RESIDÊNCIA

Todos os alunos do primeiro ano do duplo diploma tem uma vaga garantida na Residência Max Schmitt, que fica a 5 minutos da école. Você não pode escolher seu quarto, nem se vai morar sozinho ou com quem vai dividir. Basicamente, os apartamentos da rez podem ser classificados assim:

  • INDIVIDUAL
    Como o nome diz, é pra uma pessoa só e também é conhecido como studio. Com cozinha e banheiro individuais também.
  • DUPLO
    Divide-se em duas pessoas, isto é, cada uma tem seu quarto e o banheiro e cozinha são compartilhados.
  • TRIPLO
    Divide-se em três pessoas, isto é, cada uma tem seu quarto e sala de banho. O toilet e cozinha são compartilhados

E eles não misturam meninos e meninas num mesmo apartamento. O que acontece sempre é: todo estrangeiro tem, ao menos, um coloc francês. Mas esse ano muitas novidades: me deram um apartamento individual e tem uma brasileira que divide casa com uma chinesa (?). Sim, tem suas vantagens em morar sozinha! E estou no terceiro andar, gostei muito disso pois posso deixar a janela aberta pra ventilar quando não estou em casa, coisa impossível de se fazer quando se mora no térreo ou primeiro andar rs. Pontos negativos: é triste subir escadas com sacolas pesadas quando voltamos do mercado e o aluguel é maior em relação aos outros. E tem mais dois brasileiros aqui no meu andar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário