Páginas

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Visto e carteira de vacinação

Agora acredito que o blog vai ficar mais movimentado e será atualizado com mais frequência!

Esse final de semestre está sendo bem corrido para mim e para todo mundo que está envolvido com algum intercâmbio. No meio de tantas provas e compromissos temos que ir atrás de burocracias e pequenos detalhes que, não parece, mas consomem um tempo bem grande!

Há uns 15 dias atrás, resolvemos que deveríamos marcar logo uma data para irmos todos (ou quase todos) juntos ao aeroporto de Viracopos tirar nossa carteira de vacinas. E feito. Conseguimos uma data viável para a maioria, juntamos dois carros e fomos nós para o posto da ANVISA. Foi muito fácil lá! Nos bastou preencher um pré-cadastro, caso não tivéssemos feito isso antes, e apresentar nossa carteirinha com a vacina da febre amarela e um documento com foto. E sai na hora! Agora, um documento a menos para ir atrás :)


Semana passada eu também recebi a confirmação da minha viagem para o dia 29/06. Ponto positivo: meu vôo é direto, não vou ter que fazer nenhuma escala (tem gente que recebeu vôo com escala na... Turquia D:). Ponto negativo: estarei sozinha nesse vôo. Dos seis alunos da UNICAMP, serei a primeira a embarcar, a primeira a chegar e a única que não terá uma companhia conhecida até o velho continente (ooooh não, quem irá tirar minhas malas da esteira no Charles de Gaulle? HAHAHAH).


E uma das etapas mais importantes foi cumprida essa semana: o visto!
Segunda-feira, eu e mais seis amiguinhos (todos bolsistas Eiffel) aceitamos o desafio de ir pra São Paulo, no consulado francês. Como já era de se esperar, madrugamos e pegamos o ônibus das 06h20 na rodoviária e muitos de nós (eu, inclusive) encaramos os metrôs paulistanos pela primeira vez. Foi bem divertido até, pegamos uns BEM lotados e outros quase vazios.
Chegando na Paulista (como primeira impressão, a avenida é muito bonita!), nos encontramos com o Victor (Centrale Lille) que já estava em SP e fomos ao consulado. O prédio é bem legal, todo espelhado e MUITO tecnológico (hahahaha, alguns entenderão). Marcamos os últimos horários, para garantir que chegaríamos a tempo. E acabamos chegando antes e, como não havia ninguém para ser atendido, logo nos chamaram. E contrariando o que muita gente nos disse, eles foram bem simpáticos, conversaram e ainda fizeram piadinhas! E, assim, tiraram nossas fotos, recolheram documentos e impressões digitais. Foi um procedimento um pouco demorado, pois estávamos em bastante gente.


Nós, em frente ao prédio do consulado.
Notem que a bandeira francesa não saiu na foto :(



Depois, chegou o momento turista: antes de voltar para Campinas, demos uma "voltinha" por São Paulo. MASP (só por fora, estava fechado por ser segunda-feira), Catedral da Sé, almoço no Mercadão, 25 de março, estação da Luz. Cheguei cansada na UNICAMP e ainda tive aula até às 23h... Mas valeu a pena, foi um dia muito bom :)
Agora é só esperar, daqui 15 dias nossos vistos ficam prontos e, aí sim, estaremos burocraticamente aptos a entrar na França!

terça-feira, 22 de maio de 2012

Preparativos para a viagem [2]

Mais um post para explicar alguns assuntos pré-viagem!

VISA TRAVEL MONEY (VTM)
O Visa Travel Money (VTM) foi a opção escolhida por mim para receber um auxílio financeiro emergencial vindo do Brasil. Basicamente, é um cartão de débito com bandeira visa que você tem que colocar 'crédito' para utilizar, o IOF é 0,38%, bem menor do que o aplicado em cartão de crédito e você não fica sujeito à variação cambial, pois o valor pago pelo euro é a cotação do dia em que você faz a recarga. Existem várias agências/bancos que emitem esse cartão e é bem simples (leia-se 'pouco burocrático') de obtê-lo. É bom checar várias delas, porque cada uma tem um jeito de trabalhar: quantidade mínima de depósito, como é feito o depósito, fornecimento de cartão com chip, etc.


CARTEIRA MUNDIAL DO ESTUDANTE (ISIC)

Esse é um documento bem legal de ter! A Carteira Mundial do Estudante, como o próprio nome diz, é uma carteirinha de estudante válida no mundo todo que concede descontos em bastante coisas e lugares, desde lojas online e físicas até visitas a museus e passeios. Ela pode ser feita pelo próprio site (R$40), agência da STB (R$40) ou pelo Santander (R$0!) para quem tem conta universitária. É válida desde sua confecção até março do ano seguinte.


CARTÃO TELEFÔNICO INTERNACIONAL

É um cartão pré-pago (em dólares) para realizar chamadas internacionais a um baixo custo (quando comparadas às originadas de celulares). E o mais interessante: pode ser associada a sua carteirinha ISIC, e quem faz isso ganha um bônus de U$10 na recarga. Funciona assim: eles geram uma lista de telefones auxiliares dependendo do país para onde você vai. Lá, você liga para esse número (geralmente é um 0800), digita o código e senha do seu cartão e, em seguida, o número para onde quer ligar (DDI + DDD + telefone). Fiz mais para dar notícias para minha família assim que chegar por um preço (bem) menor.


PERMISSÃO INTERNACIONAL PARA DIRIGIR

Dizem que é uma tradução da sua CNH. Eu não fiz e nem pretendo fazer, pois dirigo muito pouco aqui no Brasil e alguns veteranos disseram que conseguem alugar carro sem problemas com a própria CNH. Se tivesse com cerca de R$200 (preço aproximado do estado de SP) sobrando e soubesse que ia dirigir MUITO, eu faria. É bem simples, dá para pedir pelo próprio site do DETRAN com a possibilidade de entregarem por correio.


PROCURAÇÃO

Outro documento importante e um pouco caro, ~R$180, rs (já notaram que no estado de SP é TUDO mais caro?). Serve para dar poderes legais para algumas coisas (que devem constar na procuração) à alguém durante sua ausência do país. Basta procurar um cartório para obter esse documento!
IMPORTANTE: a DAC/UNICAMP disponibiliza um formulário online para que você possa dar poder à alguém para te representar perante a Universidade, sem custo algum.


TRADUÇÃO JURAMENTADA DA CERTIDÃO DE NASCIMENTO
Não vai servir pra nada aqui no Brasil, mas é importante levar para a França, pois alguns lugares/burocracias exigem esse documento. Nada mais é que uma simples tradução da certidão de nascimento assinada por uma pessoa autorizada a fazer isto.


TRANCAMENTO DE MATRÍCULA

Aqui na UNICAMP temos que solicitar o trancamento de matrícula para o período do intercâmbio. É a coisa mais simples que tem: preencher um formulário, pedir a assinatura do coordenador do curso e encaminhar para a CORI.


FALTA DE BOLSAS

Esse é um assunto que estava incomodando nós, alunos da UNICAMP. Depois do resultado da Eiffel e da distribuição das Brafitecs, ainda assim cinco alunos estavam sem bolsa. Foi uma correria, todos nós fomos atrás de alguma coisa para que todos pudessem ir e, felizmente, semana passada já recebemos a notícia de que todos haviam conseguido uma bolsa! Agora sim, 14 alunos da UNICAMP nas Centrales :D

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Preparativos para a viagem [1]

Não escrevo aqui há pouco mais de um mês, e tanta coisa já aconteceu! Uma coisa agora é certa: daqui menos de dois meses eu estarei na França (como está passando devagaaar esse semestre! Estamos na metade, mas faltam muitas provas ainda rs)
O SEMESTRE NA UNICAMP
Eu não diria que está sendo o mais difícil, mas com toda certeza está sendo o mais estressante. Nunca torci tanto pra não pegar exame. Aliás, nem tem essa opção, se eu não passar pelas provas normais, vou bombar direto já que em julho (época dos exames) não estarei mais no Brasil :P E, querendo ou não, acabo me preocupando demais com isso.


CONFIRMAÇÃO DA BOLSA

Essa é a parte que mais me beliscou, falando que é verdade mesmo que eu irei pra França. No meio de abril chegou por email a tão esperada carta da Égide, dizendo que fui contemplada com a bolsa Eiffel. É nessa hora que a ficha deveria ter mais chances de cair, mas aqui ainda não caiu hahahah.


O VISTO

E não deu outra: depois do recebimento da carta de financiamento, começamos a dar entrada no pedido de visto. Na verdade, eu comecei um pouco antes, mas enfim...
O visto é uma coisa simples e complicada ao mesmo tempo. Complicada pelas várias burocracias. Antes de ir pro consulado fazer o pedido oficial de visto, todos os estudantes devem passar por uma etapa obrigatória antes, o Campus France. Pra gente que já tem vaga nas universidades francesas, o Campus France nada mais é do que uma etapa burocrática, rs.
Basicamente, você precisa preencher um dossiê eletrônico e enviar alguns documentos pelo correio. O dossiê é bem simples, embora um pouco demorado. No próprio site tem um guia explicando como fazer o preenchimento (e é bom segui-lo!). Depois de preenchido, basta enviar alguns documentos pelo correio, que inclui a carta da bolsa. A ansiedade por aqui foi tão grande que enviamos esses documentos no dia seguinte do recebimento da carta da Égide ;D. Etapa concluída, campos todos 'verdinhos' no site do Campus France, ou seja, estamos liberados para ir pro Consulado! (Assunto futuro, pois ainda não fomos lá).


A DATA DA VIAGEM

Frio na barriga. Está chegando... Recebemos um email da Égide (cada um em um dia diferente, o que nos levou a um 'desespero' que só quem passa entende rs) para tratar da nossa viagem de ida. A Égide é composta por várias delegações, e cada uma cuida de alguns alunos. A princípio, nós todos da UNICAMP tínhamos entrado em um consenso de escolher como partida o dia 30 de junho e repassamos esssa data para a Égide, que nos deu a opção de escolher a data de viagem. Maaaaaas, alguns dias depois, alguns receberam resposta falando que não poderiam ir no sábado (e chegar no domingo), fazendo então com que a passagem deles mudassem para o dia 29. E adivinhem a sorte, eu fui a única que não fui recusada para ir no dia 30. Aê! Mas não pensei muito, pedi logo para tentar mudar para dia 29 também e expliquei meus motivos. Nunca fui para o exterior e se tivesse a opção, não gostaria de ir sozinha (e, é claro, também queria ter alguém para retirar minhas malas da esteira do aeroporto! hahahahah). A moça da minha Égide inclusive pediu o nome dos meus colegas, pra tentar me alocar no mesmo vôo (foi bem simpática!). Agora é só esperar eles mandarem o ticket, rezando pra irmos todos juntos!


CARTEIRA INTERNACIONAL DE VACINAÇÃO

Esse ponto foi bem polêmico entre os Eiffels da UNICAMP. Tenho certeza que muitos estavam com medo de tomar vacinas, rs.
Eu acabei tomando e pretendo pegar minha carteirinha internacional de vacinação, embora não seja necessária para a Europa (mas é essencial para viagens ao Egito, Oriente Médio, etc). O procedimento é simples: ter sido vacinado contra febre-amarela  há menos de 10 anos e ir à um posto da ANVISA com o comprovante de vacinação. Preciso adicionar isso na minha 'to-do-list'.

____________

COISAS PESSOAIS
Já comecei a fazer uma listinha das coisas que preciso levar por pressão da minha mãe, rs
E achei bom já começar a fazer, porque vamos lembrando das coisas de pouco em pouco e, mesmo assim, tenho certeza de que vou esquecer de algo! E tem sempre que lembrar que são 2 malas com 32kg cada. Será que vai dar?

Comprei as malas também, pois não tinha nenhuma grandona. Uma delas é muito muito muito bonitinha, da Penélope. Fico devendo uma foto pra por aqui! Me apaixonei por ela, mas acabou esgotando na loja :( Aí a linda da minha mãe comprou pra mim pela internet (awwwn <3)

Comecei a comprar também algumas coisas pra levar e já estou deixando separado.
____


Tenho conversado bastante com algumas pessoas que estão na França e estou muito satisfeita com a união do pessoal da UNICAMP :)