Páginas

quinta-feira, 29 de março de 2012

Bolsas: Eiffel e Brafitec

Uma das partes mais complicadas quando se fala de intercâmbio é a questão das bolsas de estudo. E, ainda mais, quando o período em que você vai morar fora é dois anos e a moeda local é o euro, rs.

Assim que soubemos que fomos selecionados para as Écoles Centrales, nos veio uma preocupação (talvez ainda maior com aquela do "será que eu passei na entrevista?") em como iríamos nos sustentar na França. Esse ano houve duas oportunidades de financiamentos para os alunos: bolsa Eiffel ou bolsa Brafitec.

________

BOLSA EIFFEL

A Eiffel é uma bolsa oferecida pela Égide, um órgão do governo francês, e cobre todo o período que você for ficar na França. É uma bolsa muito boa, e para concorrer basta ser selecionado na entrevista das Centrales.

Um ponto importante é que você não pode se inscrever sozinho para tal processo seletivo, isso deve ser feito por intermédio da sua futura école. Sim, isso significa que você vai ter que correr atrás de muitos documentos no final de novembro/começo de dezembro, e enviar para sua escola francesa. Neles se encaixam: passaporte (isso é bem importante! Se você ainda não tem, corre atrás de um. Basta fazer uma pré-inscrição pelo site de passaportes da polícia federal, reservar uma data para entrega de documentos e coleta de impressões digitais e foto - esse é o passo mais problemático, aqui em Campinas demora cerca de 3 meses para conseguir agendar um horário! Isso é normal rs - e pagar uma taxa de ~R$150), carta de motivação, projeto profissional, cartas de recomendação, histórico escolar da faculdade e confirmação de alguns dados pessoais. Feito tudo isso, basta aguardar até o final de março para saber do resultado.

Mas e aí, quais são os benefícios dessa bolsa francesa? Como eu disse, é uma bolsa muito boa: custeia sua viagem de ida e volta para a França, auxílio mensal de 1181 euros, seguro saúde, 2 meses de curso intensivo de francês no Cavilam, em Vichy, antes das aulas (julho-agosto) e ainda pode ter um auxílio-moradia de ~150 euros. E mais algumas facilidades na burocracia de obter o visto. Uma maravilha, não?

Como todos os outros selecionados, estava participando do processo seletivo dessa bolsa e o resultado estava previsto para sair na semana do dia 19 de março. E claro que foi sair só na sexta-feira, por volta das 11h da manhã. Estava todo mundo online, só no F5! Foi impressionante a ansiedade nessa manhã, o tempo não passava de jeito nenhum e é uma situação pior do que esperar resultado de vestibular, rs.

Com um resultado não tão bom quanto o anterior, saíram apenas 6 bolsas para a UNICAMP e, felizmente, a minha é uma delas!! Não há palavras para expressar o sentimento de quando vi meu nome na lista dos aprovados, tudo (ainda está) parecendo um sonho distante que está sendo alcançado. Mágico!
Bolsa Eiffel 2012-2013
Bolsa Eiffel 2012-2013

________

BOLSA BRAFITEC

A Brafitec é uma bolsa oferecida pela CAPES, órgão do governo brasileiro bem conhecido pelos acadêmicos. Essa bolsa é de menor duração e cobre somente um ano da estada na França com ~800 euros/mês e te dá também a passagem de ida e volta.
Só concorrem a essa bolsa os alunos que não foram beneficiados com a Eiffel, ou seja, a seleção é apenas no final de maio/começo de abril. Cada universidade conta com um número X de bolsas e cabe a ela distribuí-las, tomando o critério que preferir desde que os alunos cumpram as exigências do Edital lançado pela CAPES.

Esse ano foi um pouco tumultuado, no começo de março soubemos que a CAPES ia exigir proficiência em francês para a Brafitec. Ferrou! Ninguém estava se preparando para isso e muito menos tínhamos condições de tirar B1/B2 nas provas clássicas. Nem sequer tinha data disponível para realizarmos as provas! :s

E não é que no dia 23, logo após sair o resultado da Eiffel, a CAPES envia um documento que retira essa exigência? Ufa, que alívio! Mas fica a dica: MUITO possivelmente esse critério de saber a língua entrará no Edital de 2013. Se você pretende ir para as Centrales, estude bastante francês e esteja preparado para fazer as tais provas de proficiência.

Mas o maior problema mesmo da Brafitec foi que tínhamos apenas 3 bolsas para 8 alunos :( Situação muito complicada, pois todos merecem ir. Aqui na UNICAMP o critério de classificação para conseguir a Brafitec foi o CRP (coeficiente de rendimento padronizado) .

Nenhum comentário:

Postar um comentário